Prepare-se para entrevistas de trabalho em inglês com dicas essenciais

Job interview and candidate selection for employment.

A preparação para a maratona de entrevistas de trabalho não é nada fácil. Há momentos do ano em que muitas empresas dão início aos processos seletivos e sabemos que você quer dar seu melhor. Confira então 5 dicas que podem ser úteis quando parte do seu processo envolve entrevistas em inglês. Após conferir essas dicas, faça o exercício de True/False que te ensinará um pouco mais.

1. Estude muito sobre a empresa. Procure saber a missão, valores e processos. Faça sua lição de casa e demonstre seu interesse.

2. Prepare-se para testes de inglês. Diversas empresas utilizam plataformas para um primeiro teste de inglês que as ajuda a identificar o nível do candidato. Os testes variam de acordo com a exigência de cada empresa. Alguns trazem mais questões gramaticais, outros interpretação de textos e exercícios de compreensão auditiva.

3. Ainda sobre a dica anterior, aspectos gramaticais como “reported speech”, “conditionals” e vocabulário de negócios são recorrentes. Treine bastante!

4. Fuja das respostas clichê ou decoradas. Preparação e treino ajuda muito, mas mostrar quem você realmente é, também é central.

5. Procure descobrir se precisará realizar uma entrevista em inglês separadamente ou se somente uma parte de sua entrevista será feita em inglês. É possível que numa única entrevista seja preciso que você responda algumas questões em inglês. Mais uma vez, depende da fluência/proficiência que a empresa requer do candidato.

Vamos ao exercício de True/False. No caso das afirmativas falsas, procure identificar as justificativas e o que seria correto. Leia os comentários a seguir sobre cada uma delas.

A. There will always be only 1 interviewer if your interview is online. T/F

B. If your interview is online, it’s not necessary to connect your pc to a cable. T/F

C. The interviewers also want to know more about your hobbies and your life story. T/F

D. It’s important (and desirable) to learn skills of the future professional. The interviewers want to know which skills you already have. T/F

E. You always need to dress very formally. It shows respect. T/F

F. Some interviewers might ask you extreme (crazy) questions. T/F

G. If your interview is online, organize your background, test all equipment, centralize your camera, and try to keep eye contact. T/F

E aí, será que seu desempenho foi bacana? Vamos conferir.

Respostas e comentários:

A. False. Isso pode variar de empresa  para empresa. Há empresas que dividem seu processo em diversas fases, momentos de dinâmica com outros candidatos, entrevista com o RH, com diretores e responsáveis por determinadas áreas. Fique atento para aprender com os diferentes processos.

B. False. Com o cabo (adsl) sua conexão fica mais estável e há menos chances de que haja problema com software de conferência. Se puder, conecte!

C. True. Pense em suas experiências e histórias e como isso ajudou a formar quem você é até aquele momento. Saber passar suas histórias pode fazer a diferença.

D. True. As 10 habilidades do futuro, por exemplo, são um diferencial que as empresas estão procurando. Conheça o que você já tem para oferecer.

E. False. É muito importante observar o dress code de cada empresa. Acessar o Linked In pode ajudar na pesquisa. Há empresas um pouco mais formais ou informais. 

F. True. Há empresas que têm essa prática para identificar a reação do candidato ou mesmo para analisar seu processo de pensamento lógico. Não trate essas questões como “bobeira”.

G. True. Seu ambiente e background pode demonstrar organização (ou desorganização). Testar o equipamento e até mesmo programas que serão utilizados pode minimizar possíveis imprevistos.

Esperamos que as informações acima possam ajudar seu processo de preparação para as Job Interviews.  Sua dedicação faz toda a diferença e garante aquela segurança e confiança que você precisa para ter seu melhor desempenho. Good luck!

Escrito por Talita Oliveira e publicado na coluna semanal da Exame.com. Editado para o blog da Companhia de Idiomas.

Posso ajudar?