A Companhia

A Companhia
Através de nossas newsletters, você conhece um pouco de tudo o que acontece nos bastidores da Companhia de Idiomas: novos cursos, eventos, campanhas e muito mais!

Companhia de Idiomas sorteia tablets de última geração para premiar o time de professores

06/07/2017


Durante o workshop sobre Gestão do Tempo, no dia 30.06.17, a Companhia de Idiomas presenteou a equipe de professores e sorteou 4 tablets novinhos, super modernos, num total de R$ 6.000,00.

Todos os professores com grupos tinham chances. Os que cumpriam dois ou mais critérios abaixo tiveram mais chances:

- 2 tablets para professores com 4 grupos ou mais
- 1 tablet para professores com 4 anos de Companhia de Idiomas ou mais
- 1 tablet para todos os professores ativos com grupo

E tivemos os nossos ganhadores!

Maria Lila Herrera - Profa. de espanhol
Alder Souto Olivero - Prof. de espanhol
Luiz Fernando Martins Cordeiro - Prof. de inglês
Amanda Caroline Paulo - Profa. de inglês

Além desses 4 professores, a Diana Camacho, professora de espanhol, que estava presente no workshop, também foi premiada! Ela nos indicou o professor Juan Sebastian Mora, que entrou para o time e já assumiu grupos!


E, se você também conhece algum professor pra fazer parte do nosso time, não deixe de nos indicar! Você ganhará um vale-presentes assim que ele passar pelo nosso processo seletivo e assumir um grupo. Fale com a Priscila: priscila@companhiadeidiomas.com.br 



Planejamento para Estudar Inglês (Parte 2)

17/01/2017


 

 
2) Falta de determinação
As pessoas desistem muito rápido quando percebem que aprender inglês demanda tempo. Não é um aprendizado que acontece da noite para o dia. O fato é que o processo de aprendizagem de um idioma passa por quatro estágios:

1º Estágio: Incompetência Inconsciente
Não sabemos o que não sabemos. 
Quando uma pessoa que só teve contato com o estudo de inglês no colégio. Ela não tem a real dimensão do que é o idioma. Além disso, não usa e nem consegue entender.

2º Estágio: Incompetência Consciente
Sabemos o que não sabemos. 
Reconhecemos nossa deficiência e o quanto ainda temos pela frente para nos tornarmos fluentes.
Neste estágio, é possível se sentir sobrecarregado com as dificuldades a serem enfrentadas. Cometer muitos erros antes de conseguir fazer o certo é normal e importante no processo de aprendizado, apesar de ser um pouco frustrante. Um número muito elevado de pessoas desiste neste estágio.

3º Estágio: Competência Consciente
Experimentamos e praticamos o idioma. Sabemos usá-lo muito bem, mas ainda precisamos pensar isso.
É mais fácil que o estágio anterior, pois passa a ser menos desconfortável. Já conseguimos falar o idioma, mas de forma lenta e com bastante concentração para não errar. Ainda pensamos em português, mas é menos frustrante, podendo até ser divertido, pois já vemos resultados positivos.

4º Estágio: Competência Inconsciente
Se continuamos a estudar e praticar a língua, chegaremos ao estágio de automação. Falamos inglês, sem precisar pensar em português. As estruturas gramaticais e vocabulário estão consolidados.
Chegamos neste estágio com muita prática.
 
Herman Ebbinghaus realizou uma pesquisa sobre o nível de retenção de conteúdo X tempo. Ele queria identificar a velocidade na qual a memória funciona se nada é feito para reforçar o conteúdo visto.  

Em 20 minutos, 42% do conteúdo novo é esquecido.
Em 24 horas, 67% do que foi ensinado é esquecido.
Um mês depois, a retenção é de apenas 21% ou menos.

Essa antiga descoberta ainda é muito verdadeira e crucial para o sucesso no aprendizado de um idioma estrangeiro. Isso porque o volume de informação e imenso, vocabulário e estruturas gramaticais.
O gráfico abaixo mostra que esta curva do esquecimento é quebrada quando há revisões e estudo extraclasse do conteúdo ensinado. Portanto, além de decidir qual carga horária você disponibilizará para as aulas de inglês, o professor terá de fazer revisões sistematizadas nas aulas e você precisará dedicar um período semanal para esse estudo.
 
 
 
Podemos concluir que a curva de aprendizagem não é linear. Nosso cérebro não é um balde ou um armário vazio no qual vamos jogando conteúdos. Na verdade, o que acontece é que as informações vão sendo processadas e conectadas a outras já armazenadas. Quanto mais estudarmos, mais conexões serão feitas, e maior será o conhecimento. 

Como o número de conexões cresce com a aquisição de novas informações, o progresso inicial exige um esforço muito grande. Se forem conexões inteligentes, as primeiras horas de curso serão determinantes, pois trarão um retorno rápido e qualificado. O problema é que este ritmo vai caindo com o passar do tempo, até se estabilizar em um determinado nível. Aí, muitos alunos desistem porque querem manter os resultados rápidos.


LEIA A PARTE 3 DESTE ARQUIVO

Se você quiser fazer essas perguntas para um especialista da Companhia de Idiomas, basta agenda um horário com roselicampos@companhiadeidiomas.com.br, teremos prazer em esclarecer como desenhamos cursos sob-medida para nossos alunos.


Escrito por Lígia Crispino. Publicado em 27 de janeiro de 2017 para Vagas.com. Editado por Lígia Crispino para o site da Companhia de Idiomas - Artigos de Gestão.

Lígia Velozo Crispino, fundadora e sócia-diretora da Companhia de Idiomas e do ProfCerto. Graduada em Letras e Tradução pela Unibero. Curso de Business English em Boston pela ELC. Coautora do Guia Corporativo Política de Treinamento para RHs e autora do livro de poemas Fora da Linha. Colunista dos portais RH.com, Revista da Cultura e Exame.com. Organizadora do Sarau Conversar na Livraria Martins Fontes.



25 ANOS DA COMPANHIA DE IDIOMAS

13/01/2016


                                                                              

25 Anos!

 

Em 2016, a Companhia de Idiomas comemora 25 anos!  Para todos que fazem parte desta história, este é um motivo de muita alegria.

 

Trabalhar no segmento de educação no Brasil, com ética e qualidade, desenvolvendo serviços personalizados, há 25 anos, não é mesmo para qualquer um!   Há escolhas mais fáceis e caminhos mais curtos para o sucesso.

 

Mas olhando nossa trajetória, podemos dizer que somos felizes com cada escolha que fizemos!  E queremos comemorar tudo isso com você.

 

Vamos começar o ano com uma campanha bem bacana e super simples.  Queremos distribuir cultura, por isso vamos dar Vale-Presente da Livraria Saraiva.  

 

Quer saber como participar? Acesse: https://goo.gl/7Jc3Ji



Prêmios Para os Melhores Professores

26/04/2015


      

IMPORTANTE: As premiações são realizadas somente nos eventos realizados pela Companhia de Idiomas e expiram após 4 meses.

PROFESSOR “REVELAÇÃO”

Premiação quadrimestral, criada para valorizar os professores recém-chegados à equipe Companhia de Idiomas e que estão se destacando em seus grupos.  Critérios para participar: 

- Ter de 1 a 4 meses de trabalho, no máximo, na Companhia de Idiomas;

- Ter PSA (Pesquisa de Satisfação do Aluno) 100% excelente para os aspectos Professor, Resultado e Qualidade da Aula, ou em até dois destes aspectos;

- Não ter nenhum regular ou ruim em PSA (Pesquisa de Satisfação do Aluno) nos aspectos Professor, Resultado e Qualidade da Aula.

- Após esta seleção, haverá análise da coordenação e direção e até 3 professores poderão ser premiados com Vale-Presente.

 

PROFESSOR “DESTAQUE EM SALA DE AULA”

Premiação quadrimestral, criada para valorizar o professor que mostra mais empenho e dedicação no seu trabalho para que seu aluno/grupo consiga melhores resultados.  Reconhecemos quando o professor traz algo novo, motivador e surpreendente para a aula – vídeos, atividades, dicas aos alunos, textos sobre como potencializar resultados - tudo pode ser considerado. Esses professores surpreendem e sabem inovar em sala de modo a atingir os seus objetivos. Critérios:

- Ter mais de 4 meses de trabalho na Companhia de Idiomas;

- Ter PSA (Pesquisa de Satisfação do Aluno) 100% excelente para os aspectos Professor, Resultado e Qualidade da Aula, ou em até dois destes aspectos.

- Não ter nenhum regular ou ruim em PSA (Pesquisa de Satisfação do Aluno) nos aspectos Professor, Resultado e Qualidade da Aula;

- Ter tido aula assistida por um dos coordenadores no quadrimestre.

Após esta seleção, haverá análise da coordenação e direção e o professor com maior aspectos positivos receberá um Vale-Presente.

 

PROFESSOR “FAÇO PARTE DESTE TIME”

O professor “faço parte deste time” é aquele que entende que professores e equipe administrativa fazem parte de um único time. Retorna rapidamente nossos contatos, preenche folhas de frequência, conteúdo das aulas e notas de habilidade no prazo, comparece aos workshops e eventos na Companhia de Idiomas, ou seja, um professor que está sempre em contato conosco, que troca informações sobre suas aulas e que nos ajuda a melhorar cada vez mais a qualidade de nossos serviços.

Além dos aspectos mencionados, não pode ter nenhum regular ou ruim em PSA (Pesquisa de Satisfação do Aluno) nos aspectos Professor, Resultado e Qualidade da Aula.

Esta premiação é quadrimestral e o escolhido pela equipe (coordenação, direção, seleção de professor interna e financeiro) recebe um Vale-Presente.

 

PROFESSOR “EU COLABORO”

O professor “eu colaboro” é aquele que dá suporte aos demais professores da Companhia de Idiomas (compartilha conteúdos pelo D.I.C.A.S. ou outro canal, acolhe e orienta professores permitindo que assistam suas aulas, compartilha suas experiências nos eventos da Companhia de Idiomas – mesmo que não seja o facilitador, entre outros aspectos).

Além dos aspectos mencionados, não pode ter nenhum regular ou ruim em PSA (Pesquisa de Satisfação do Aluno) nos aspectos Professor, Resultado e Qualidade da Aula.

Esta premiação é quadrimestral e o escolhido pela equipe (coordenação e direção) recebe um Vale-Presente.

 

PROFESSOR “DESTAQUE EM TECNOLOGIA”

É o professor que utiliza recursos tecnológicos em seu curso (sites, aplicativos, etc), para auxiliar a aprendizagem do idioma, mas cumpre o prazo do projeto / programa de cada grupo e não desvaloriza o material proposto.  

Além dos aspectos mencionados, não pode ter nenhum regular ou ruim em PSA (Pesquisa de Satisfação do Aluno) nos aspectos Professor, Resultado e Qualidade da Aula.

Esta premiação é quadrimestral e o escolhido pela equipe (coordenação e direção) recebe um Vale-Presente.

 

PROFESSOR ÓTIMA PERFORMANCE

Quando um professor chega à Companhia de Idiomas, após seis meses com um grupo, ele é avaliado, internamente, pela equipe seguindo alguns critérios e pode ser eleito professor Ótima Performance. Veja os critérios:

- Ter pelo menos 3 (três) grupos - professores de inglês ou 2 (dois) grupos professores de espanhol. Para outros idiomas, 1 grupo com a Companhia de Idiomas;

- 6 meses de PSAs respondidas com 100% excelente para os aspectos Professor, Resultado e Qualidade da Aula, ou entre 90% e 100% em até dois destes aspectos. Não pode ter nenhum regular ou ruim;

- 6 meses sem haver pedido de troca por motivos de baixa performance;

- Professor comprometido, independente e proativo com relação aos resultados;

- Preenchimento de FF em dia;

- Máximo de 01 falta por mês com cada turma, justificada.

Professor Ótima Performance podem solicitar feedback para reavaliação do valor hora/aula a cada 8 meses.

A performance do professor é reavaliada a cada 3 meses e o status pode ser alterado se não cumprir os critérios acima. Caso o professor deixe todos os grupos e fique mais de 3 (três) meses sem assumir novos grupos, seu status é desconsiderado.

 

PROFESSOR ALTA PERFORMANCE

Após se tornar Professor Ótima Performance, o próximo passo no Plano de Carreira da Companhia de Idiomas é chegar ao status de Professor Alta Performance. Veja os critérios:

- Ter o mínimo de 5 (cinco) grupos - professores de inglês ou 4 (quatro) grupos – professores de espanhol. Para outros idiomas, 3 grupos com a Companhia de Idiomas;

- 12 meses de PSAs respondidas com 100% excelente para os aspectos Professor, Resultado e Qualidade da Aula, ou entre 90% e 100% em até dois destes aspectos. Não pode ter nenhum regular ou ruim;

- 12 meses sem haver pedido de troca por motivos de baixa performance.

Professor Alta Performance podem solicitar feedback para reavaliação do valor hora/aula a cada 6 meses.

A performance do professor é reavaliada a cada 3 meses e o status pode ser alterado se não cumprir os critérios acima. Caso o professor deixe todos os grupos e fique mais de 3 (três) meses sem assumir novos grupos, seu status é desconsiderado.




Processo Seletivo – Consultores

16/03/2015




A área de Consultoria foi a que mais cresceu na Companhia de Idiomas no último ano, graças ao excelente trabalho de nossos consultores e ao aumento da demanda das empresas por profissionais já fluentes.  

O que o consultor faz?

Mapeamento Linguístico
Elaboração de testes
Preparação e acompanhamento em palestras/apresentações
Elaboração de conteúdo para intranet
Correção de redações


Tudo de casa, em nossas plataformas ou por Skype. Quer mais detalhes? Fale com Karina (karina.soares@companhiadeidiomas.com.br)

 



Professor, seu aluno não está conseguindo ter os resultados esperados para o estágio?

02/06/2014


Professor,

Você sabe o que temos feito para motivar nossos alunos a aproveitar mais o curso e a obter melhores resultados nas avaliações?

Uma das ações é a análise mais cuidadosa das avaliações escritas.  Os professores Bruno e Davi, que entraram para reforçar o time da Coordenação Pedagógica, estão contribuindo  neste aspecto, entre outros.

Temos  percebido que alguns alunos obtêm notas muito baixas em avaliações escritas. Estamos preocupados com esta situação, uma vez que ela demonstra baixo nível de retenção do conteúdo ensinado. 

Primeiro,  professores e coordenação devem analisar se aquele aluno que começou determinado nível realmente  assimilou todo o conteúdo esperado, de forma passiva e ativa.    Ou ele parou no meio do caminho e não está conseguindo ter os resultados esperados para o estágio?  Está caminhando, só que mais lentamente que a expectativa do nível?  Quem são estes alunos que não estão atingindo as expectativas do nível?

Em seguida, temos de identificar as razões pelas quais este aluno não está acompanhando o estágio:  indisciplina para estudo? Excesso de atrasos e faltas? Dúvidas com conteúdos anteriores ao estágio atual?   Para cada causa, uma orientação que o professor deve dar, periodicamente, em conversas individuais com cada aluno.  Seu papel não é só dar a aula, mas é também interferir no resultado, através de orientação individual.

Se o aluno estiver em um grupo e não conseguir acompanhar o ritmo de aprendizagem, ele pode ser um bom candidato para aulas de SOS.  O grupo pode ceder algumas horas a compensar para este aluno ter aulas individuais, ou o  aluno pode comprar um programa de aulas individuais da Companhia de Idiomas, com o objetivo específico de revisar e praticar conteúdos não assimilados ainda. Paralelamente, este aluno continua com as aulas no grupo.

Se o caso não for muito grave, o próprio professor pode sugerir links, passar mais tarefas para casa, pedir para o aluno  escrever textos, para que  corrija.   Enfim, fazer com que o aluno se sinta apoiado, pois ele é importante para a escola e para você.

Você já passou por alguma situação assim? O que fez? Deu certo?
Conte para nós, vamos compartilhar essas experiências. Vamos fazer com que nossos alunos tenham um super aproveitamento do curso e que, consequentemente, evoluam  cada vez mais no idioma e profissionalmente.

Bruno - Coordenador Pedagógico
Bruno@companhiadeidiomas.com.br




Parabéns a todos os professores e equipe pedagógica da Companhia de Idiomas!

26/05/2014


 



Reduza o investimento em idiomas e capacite mais colaboradores

24/04/2014


 
Dentre os vários desafios da área de treinamento e desenvolvimento, o profissional responsável tem de lidar com o desafio de administrar uma verba que nem sempre engloba todos os colaboradores e com isso acaba limitando o treinamento em idiomas para poucos elegíveis.

“Uma prática que ainda é incomum é a abertura dos cursos para todos os colaboradores (subvenção compartilhada). Esta prática é excelente, mas possível se você escolher o serviço “in company”, onde as aulas são realizadas na empresa.

Se o valor da hora é R$150,00 e você pretende capacitar 04 colaboradores naquele curso, seu investimento será de R$37,50 a hora por colaborador. Se divulgar o curso em sua empresa, aceitando mais duas pessoas que não tenham direito à subvenção na mesma turma, o investimento por pessoa cai para R$25,00. Ou seja, seu investimento será menor e o contrato favorecerá dois colaboradores que pagarão seus cursos com um ótimo desconto, pois ratearão o custo da hora com a empresa.

Na eventualidade de sua empresa não ter verba para cursos de idiomas (nenhuma subvenção), é possível, mesmo assim, divulgar a escola e os cursos internamente, ou abrir espaço para que a escola divulgue diretamente com os colaboradores. Assim você estará incentivando seus colaboradores a desenvolverem uma nova habilidade e passa a ser um apoiador de treinamentos para os colaboradores e não só um financiador.”



 Estas e outras dicas estão no Guia Corporativo: Programa de Idiomas, desenvolvido pelas sócias-diretoras da Companhia de Idiomas - Lígia Crispino e Rosangela Souza. Se você ficou interessado pelo conteúdo solicite o agendamento de uma reunião com a Lígia, ela terá o prazer de levar o guia como cortesia e ainda esclarecer suas dúvidas.

 

Contato: Lígia Crispino (ligia@companhiadediomas.com.br).

 

 



Professor, você sabe quando deve pedir seu feedback para ter aumento em seu valor hora?

02/10/2013




- O primeiro feedback  360º poderá ser solicitado 3 meses após  o professor tiver assumido seu primeiro grupo com a  Companhia de Idiomas, desde que tenha comparecido a 1 (um) evento* da Companhia de Idiomas.

- Professores que estão na Companhia de Idiomas com grupos há mais de um ano e que nunca pediram feedback, poderão solicitar desde que tenham comparecido a 5 (cinco) eventos* da Companhia de Idiomas neste período (incluso sessões do Encontro Anual). 

- Professores Ótima Performance poderão pedir feedback a cada 8 meses, desde que tenham comparecido a 3 (três) eventos* da Companhia de Idiomas entre um período e outro (incluso Encontro Anual). 

- Professores Alta Performance poderão pedir feedback a cada 6 meses, desde que tenham comparecido a 3 (três) eventos* da Companhia de Idiomas entre um período e outro (incluso Encontro Anual).

* Não serão consideradas participações  após o agendamento do feedback. 



Trace suas necessidades e escolha o melhor curso

30/07/2013


 



00/00/0000