BLOG

28
JUN
17

Por que ainda precisamos de tradutores?



 

A tradução diminui a lacuna comunicacional e coloca-nos em contato com a fonte da informação. Ela é a ponte entre os diferentes povos e culturas nesta aldeia global em que se tornou o nosso mundo.

Antes de responder a essa pergunta, vale a pena entender as diferenças entre tradução, versão e interpretação.

Tradução simples
Ela é a mais comum e compreende toda transcrição, ou seja, passagem por escrito de documentos, artigos, sites, e-mails, músicas, apresentações, filmes, livros, revistas, jornais entre outros itens, do idioma original (estrangeiro) para o português.

Tradução juramentada
É a transcrição de algum contrato, diploma, certificado, certidão etc, para o português. Só que esta tradução tem efeito legal no Brasil. A tradução juramentada é exigida quando o documento traduzido precisa ser válido para decisões oficiais, judiciais, de empresas e órgãos públicos e até mesmo de escolas, universidades e consulados.

Versão
Também pode ser simples ou juramentada, a diferença é que o original está em português e será transcrito para qualquer idioma estrangeiro.

Interpretação simultânea
Acontece ao mesmo tempo que o palestrante está falando. O intérprete escuta o que é dito por meio de fones de ouvido, interpreta a frase e já devolve a informação traduzida pelo microfone da cabine de interpretação.

Como o intérprete fala ao mesmo tempo que o orador, é necessário utilizar equipamentos específicos (tais como transmissores, cabines à prova de som e receptores), a fim de evitar que o som da interpretação atrapalhe quem ouve o orador diretamente.

O principal objetivo dessa modalidade é não perder nenhum detalhe. Outro ponto positivo da tradução simultânea é que ela não prolonga a duração do evento, uma vez que não é preciso esperar o intérprete falar em português o que o estrangeiro comunicou.

Interpretação consecutiva
O intérprete fica normalmente ao lado ou próximo ao palestrante. Ele fala em português após paradas pré-determinadas. Pode ser após um minuto ou frase a frase. Elas são mais recomendadas para pequenos grupos e reuniões.

Ela prolonga o evento e os participantes dependem, muitas vezes, de uma seleção do intérprete, caso o orador fale por mais tempo entre cada parada.

Muitas pessoas confundem essas diferentes formas de fazer com que a comunicação aconteça entre as línguas. A questão é que basta um pequeno erro na tradução que a mensagem original poderá ser alterada. Dentre as consequências estão prejuízos financeiros, perda de credibilidade para uma marca ou um profissional, perda de uma vaga de emprego, caso o candidato tenha cometido erros na versão do seu currículo em inglês, por exemplo.

Não podemos negar a contribuição que a tecnologia nos trouxe através de diversos tradutores online, da Babel Fish ao Google translator e os avanços diários que presenciamos. Essas ferramentas, no entanto, não dão conta de textos que precisam ser totalmente reescritos em outro idioma, como: legendas de filmes, séries, vídeos institucionais, sites, peças de Marketing e livros. Nestes casos, é imprescindível ter um profissional arrumando o que o tradutor eletrônico fez. Veja alguns exemplos disso:

Babelfish

ORIGINAL TRADUÇÃO AUTOMÁTICA O QUE ACONTECEU?
He is so boring I can't bear him any longer. Ele é tão chato eu can't ele suportar mais. A ferramenta não traduziu a contração com apóstrofe e está gramaticalmente incorreta.


Google Tradutor

ORIGINAL 1 Compulsively checking email, particularly first thing in the morning, is probably the biggest affliction to grip the modern-day professional. This was also the productivity-destroying habit I had found hardest to shake off.
TRADUÇÃO AUTOMÁTICA Verificando compulsivamente o e-mail, especialmente a primeira coisa da manhã, é provavelmente a maior aflição para controlar o profissional moderno. Este também era o hábito de destruir a produtividade que eu tinha achado mais difícil de abalar.
O QUE ACONTECEU? A ferramenta traduziu algumas palavras e estruturas de forma bastante literal, gerando estranhamento com algumas expressões que não existem dessa forma em português, como “a primeira coisa da manhã”, ou verbos que não cabem nesse contexto, como “abalar”.

ORIGINAL 2 In the future, the system that makes the traffic light timer work might talk to the navigation system to make predictions around where traffic clusters will form, re-route the driver, or give a recommended speed in order to hit a channel of green lights.
TRADUÇÃO No futuro, o sistema que faz funcionar o temporizador do semáforo pode falar com o sistema de navegação para fazer previsões em torno de onde os clusters de trânsito se formarão, re-rotear o driver ou dar uma velocidade recomendada para atingir um canal de luzes verdes.
O QUE ACONTECEU? A ferramenta não traduziu todas as palavras, duas delas ficaram em inglês porque são usadas em outros contextos, como em tecnologia, mas não é este o contexto. Além disso, houve um erro na tradução de re-route e green light, neste caso, é farol verde.


A tecnologia vem se aprimorando, mas ainda há que se ter o olhar crítico e experiente de um tradutor que domina as particularidades, sutilezas e tem ótimo vocabulário e estruturação da língua. Desta forma, ele garante que o produto final será um texto cuidado, atento, estilística e gramaticalmente correto.

Se você precisa de algum orçamento de tradução, legendagem, interpretação, revisão, entre em contato com roselicampos@companhiadeidiomas.com.br, temos equipe super experiente para atender você e sua empresa.

Escrito por Lígia Velozo Crispino. Publicado em 28.06 na coluna semanal da Exame.com. Editado por Lígia Velozo Crispino para o blog da Companhia de Idiomas.

Lígia Velozo Crispino, fundadora e sócia-diretora da Companhia de Idiomas. Graduada em Letras e Tradução pela Unibero. Curso de Business English em Boston pela ELC. Coautora do Guia Corporativo Política de Treinamento para RHs e autora do livro de poemas Fora da Linha. Colunista do portal Vagas Profissões. Organizadora do Sarau Conversar na Livraria Martins Fontes.

21
JUN
17

Encontre os erros de inglês neste anúncio do Airbnb



 

Encontramos um anúncio no AirBnb de uma opção de hospedagem+trabalho, na Escócia, um tanto inusitada e MUITO interessante! Leia alguns trechos e veja como é possível aprender uma língua de forma criativa.
Mas atenção: colocamos intencionalmente 10 erros no texto! Tente corrigi-los e depois confira suas respostas.

The Open Book is a charmed bookshop with apartment above in the heart of Wigtown, Scotland's National Book Town. Live your dream to have your very own bookshop by the sea in Scotland...for a week or two. Scotland's National Book Town is in the most beautiful part of Scotland: Galloway.
The first ever bookshop holiday/residency experience, Scotland's National Book Town welcomes you to play-bookshop. We'll give you your very own apartment and bookshop bellow, supported by a team of friendly volunteers to make your trip as lovely as possible.
Set up by The Wigtown Festival Company, The Open Book's aim is to celebrate books, independent bookshops and welcome people around the world to Scotland's National Book Town. The fee for your staying is low because we are a non-profit. It covers the running costs of the holiday but that is all. A laptop and WiFi are provided, plus bicycles for those who likes to explore the bucolic countryside on two wheels! The Open Book has a team of volunteers which want to make your stay as enjoyable as possible. Someone will be here to meet/greet you. We are a friendly community, many residents have had a busy time joining local families for dinner or gatherings at the pub, others residents spend the holiday in the cozy apartment upstairs and out exploring. Please note that this is not a volunteer opportunity, nor we are paying you to work. This is a holiday that you are paying, classified under cultural tourism and you can enjoy the bookshop as you wish. It is the sole responsability of the resident to ensure that they adhere to any visa requirements or similar regulations.



RESPOSTAS:

The Open Book is a charming bookshop with apartment

Live your dream of having your very own bookshop

We'll give you your very own apartment and bookshop below

The fee for your stay is low

…plus bicycles for those who like

The Open Book has a team of volunteers who want

other residents spend the holiday in the cozy apartment

nor are we paying you to work

This is a holiday that you are paying for

It is the sole responsibility of the resident…


FONTE:

https://www.airbnb.com/rooms/7908227

Escrito por Rose Souza. Publicado em 21.06 na coluna semanal da Exame.com. Editado por Rose Souza para o blog da Companhia de Idiomas

Rosangela Souza é fundadora e sócia-diretora da Companhia de Idiomas e ProfCerto. Graduada em Letras e Tradução/Interpretação pela Unibero, Business English na Philadelphia, USA. Especialista em Gestão Empresarial com MBA pela FGV e PÓSMBA pela FIA/FEA/USP. Desenvolveu projetos acadêmicos sobre segmento de idiomas, planejamento estratégico e indicadores de desempenho para MPMEs. Colunista do portal da Catho Carreira & Sucesso, RH.com e Exame.com. Professora de Técnicas de Comunicação, Gestão de Pessoas e Estratégia na pós graduação ADM da Fundação Getulio Vargas/FGV.

E se você quer se aprofundar neste assunto, fale com a gente. A Companhia de Idiomas tem professores que vão até a sua casa ou empresa e que dão aulas por Skype. Fale com: karina.soares@companhiadeidiomas.com.br

13
JUN
17

Qual é a modalidade de curso de idiomas ideal pra você?