BLOG

21
DEZ
16

Leia estes “10 Dos & Don’ts (em inglês) ” antes de ir à festa da firma.



 

Ah, dezembro - o mês das confraternizações! 

Uns adoram, outros odeiam. Mas com uma coisa todos concordam: é um mês cheio de armadilhas que podem comprometer sua imagem pessoal e profissional.

Vamos usar o tema “Festa da Firma” para aperfeiçoar seu inglês? Aproveite as dicas (dos and don’ts) , pesquise o que não entender e ainda aprenda algumas palavras novas. 
 
Don’t:

1)  Don't SKIP the party
Avoid turning to your BACKLOG of excuses to get out of this year’s party. Don’t be a Grinch – go to the party!

Vocabulary
TO SKIP:  to avoid; to not do something that you usually do or that you should do

BACKLOG:  an accumulation of tasks unperformed or materials not processed (a backlog or court cases)


2)  Don’t talk about work excessively
The holiday party is a work event, but that doesn’t mean you should TALK SHOP the entire time. You’re there to have fun, so MINGLE with colleagues.

Vocabulary
TO TALK SHOP : to talk about your  job with those you work with when not at work. 

TO MINGLE: to mix, to move around and talk to other people at a social event


3)  Don't bring an inappropriate gift to the SWAP or to the Secret Santa
You can purchase something funny, but not inappropriate. Remember your boss will be witnessing your gift being unwrapped.

Vocabulary
SWAP:  an event where people exchange gifts


4)  Don’t appear BORED or antisocial
Try to resist the URGE  to constantly check texts and social media at the office holiday party.

Vocabulary
BORED:  feeling weary and impatient because one is unoccupied or lacks interest in one activity

URGE: a strong desire or impulse



5)  Don’t drink too much
If you don’t want to come into work the next day WONDERING if you JEOPARDIZED your job, drink wisely – and be sure to sample the snacks, too.

Vocabulary
TO WONDER:  to desire to know something, to feel curious, to feel doubt

TO JEOPARDIZE:  to put into a situation in which there is a danger of loss, harm or failure


Do:

6)  Dress festively (but not inappropriately)
Use good judgment when you’re getting DECKED OUT for the company party. Avoid wearing anything that could double as an outfit for a night out at the club.

Vocabulary
TO BE DECKED OUT:  to adorn brightly or festively 


7)  Be careful with what you share on social media
You may be tempted to live-tweet your office party or post videos to your Snapchat Story but.. if you want to avoid trouble, STICK TO  posting group photos you all posed for.

Vocabulary
TO STICK TO:  to continue or confine oneself to doing or using a particular thing, adhere to


8)  Thank the host
If you can’t thank them in person at the party, be sure TO FOLLOW UP with a thank-you note or email.

Vocabulary
TO FOLLOW UP  - to carry out an activity, to continue something 


FONTES: 


http://dictionary.cambridge.org/dictionary
https://www.merriam-webster.com/dictionary
https://en.oxforddictionaries.com
https://blog.hubspot.com
 

Escrito por Rose Souza. Publicado em 21.12 na coluna semanal da Exame.com. Editado por Rose Souza para o blog da Companhia de Idiomas 

Rosangela Souza é fundadora e sócia-diretora da Companhia de Idiomas e ProfCerto. Graduada em Letras e Tradução/Interpretação pela Unibero, Business English na Philadelphia, USA. Especialista em Gestão Empresarial com MBA pela FGV e PÓSMBA pela FIA/FEA/USP.  Desenvolveu projetos acadêmicos sobre segmento de idiomas, planejamento estratégico e indicadores de desempenho para MPMEs. Colunista do portal da Catho Carreira & Sucesso, RH.com e Exame.com.   Professora de Técnicas de Comunicação, Gestão de Pessoas e Estratégia na pós graduação ADM da Fundação Getulio Vargas/FGV.


E se você quer se aprofundar neste assunto, fale com a gente. A Companhia de Idiomas tem professores que vão até a sua casa ou empresa. Fale com: roselicampos@companhiadeidiomas.com.br 

14
DEZ
16

O que o entrevistado pode perguntar em uma entrevista de inglês



 

Muito se fala sobre o que e como um candidato deve responder às perguntas feitas em uma entrevista de emprego. Porém, importante também saber fazer perguntas.
 
Fazer perguntas ao entrevistador é uma atitude bastante positiva, pois demonstra interesse pela empresa e pela vaga, só que desde que aguarde o momento adequado. Ao fazer perguntas, o entrevistado pode avaliar se a posição está em sintonia com o seu perfil e expectativas.

Listamos alguns exemplos de perguntas que podem ser feitas pelo entrevistado:

1. What are the day-to-day responsibilities of this job?
Quais são as responsabilidades diárias desta função?

2. Who does this position report to?
A quem essa posição reporta?

3. Who will review my performance? How often?
Quem vai avaliar o meu desempenho? Com que frequência?

4. What kind of benefits does the company provide?
Que tipo de benefícios a empresa oferece?

5. What is your organizational structure?
Qual é a sua estrutura organizacional?

6. How many people work in this area?
Quantas pessoas trabalham nesta área?

7. Does the company offer any training and development programs?
A empresa oferece programas de treinamento e desenvolvimento?

8. If I am given this job, how soon would you like me to start?
Se eu for aprovado, quando vocês gostariam que eu começasse? 

9. When can I expect to hear from you?
Quando eu terei notícias suas?

10. Would you like a list of references?
Você gostaria de uma lista de referências? 


Escrito por Lígia Crispino. Publicado em 14/12 na Exame.com. Editado por Lígia Crispino para o blog da Companhia de Idiomas.

Lígia Velozo Crispino, fundadora e sócia-diretora da Companhia de Idiomas e do ProfCerto. Graduada em Letras e Tradução pela Unibero. Curso de Business English em Boston pela ELC. Coautora do Guia Corporativo Política de Treinamento para RHs e autora do livro de poemas Fora da Linha. Colunista dos portais RH.com, Vagas Profissões e Revista da Cultura. Organizadora do Sarau Conversar na Livraria Cultura.

E se você quer se aprofundar neste assunto, fale com a gente. A Companhia de Idiomas tem professores que vão até a sua casa ou empresa. 
Fale com: 
roselicampos@companhiadeidiomas.com.br

07
DEZ
16

Três TED Talks que vão muito além do “você tem de falar inglês”



 

Nós brasileiros nascemos ouvindo que temos de falar inglês.  Sabemos o quanto é útil na nossa vida pessoal, quando nos comunicamos com um estrangeiro aqui ou lá fora. E é uma alegria entender uma música, uma série ou filme do qual gostamos - sem precisar ler nada. Mais útil ainda na nossa vida profissional, quando nos diferenciamos, aproveitando oportunidades que surgem.
 
Estes talks do TED.com são para aquelas pessoas que sabem de tudo isso e ainda querem mais. Querem entender como e por que uma língua pode se tornar tão 
importante no mundo.  Querem um contraponto. Quem assistir não vai parar de estudar inglês, mas poderá ampliar sua visão sobre o que é uma sociedade globalizada.
Neste artigo, você verá um pequeno resumo de cada TED Talk, algumas ideias um tanto polêmicas para você pensar e discutir com seus amigos ou professores de inglês (em inglês!), e os links para você assistir!
3 ways to speak English, by Jamila Lyiscott
goo.gl/ucLAu9
Jamila Lyiscott celebra e reflete de forma desafiadora sobre os diferentes “idiomas” que ela fala com seus amigos, na escola e com seus pais (na verdade, é tudo 
inglês). Ela explora aspectos da história e a identidade que cada língua representa.
Questions for you to think and talk about:
– Are you articulate?
– What is a tri-tongued orator?

– What do you think of this statement? “We had to borrow your language, because ours was stolen.”
– What is a linguistic celebration?
The world’s English mania, by Jay Walker
goo.gl/EbzQcy
Jay Walker explica porque dois bilhões de pessoas no mundo estão tentando aprender inglês. Você vai ver cenas de milhares de chineses praticando inglês – ao mesmo tempo.

Questions for you to think and talk about:
– Why do Chinese people learn English through repetition of some specific sentences?
– Is English washing away other languages?
– Does English represent hope for all of us?

Don’t insist on English!
Patricia Ryan é uma professora de inglês experiente, e neste Ted Talk faz uma pergunta bem provocativa:
Is the world's focus on English preventing the spread of great ideas in other languages?  (O foco mundial na língua inglesa está evitando que grandes ideias se 
disseminem em outras línguas?)
Em outras palavras:
What if Einstein had to pass the TOEFL? (E se Einstein tivesse de passar no TOEFL?
Questions for you to think and talk about:
-Today we have 6.000 languages. In 90 years we will have 600. One language dies every 14 days.
– Does English help us communicate across generations?
– English teaching: a mutual beneficial practice or a massive international business?
Escrito por Rose Souza. Publicado em 07.12 na coluna semanal da Exame.com. Editado por Rose Souza para o blog da Companhia de Idiomas 

Rosangela Souza é fundadora e sócia-diretora da Companhia de Idiomas e ProfCerto. Graduada em Letras e Tradução/Interpretação pela Unibero, Business English na Philadelphia, USA. Especialista em Gestão Empresarial com MBA pela FGV e PÓSMBA pela FIA/FEA/USP.  Desenvolveu projetos acadêmicos sobre segmento de idiomas, planejamento estratégico e indicadores de desempenho para MPMEs. Colunista do portal da Catho Carreira & Sucesso, RH.com e Exame.com.   Professora de Técnicas de Comunicação, Gestão de Pessoas e Estratégia na pós graduação ADM da Fundação Getulio Vargas/FGV.


E se você quer se aprofundar neste assunto, fale com a gente. A Companhia de Idiomas tem professores que vão até a sua casa ou empresa. Fale com: roselicampos@companhiadeidiomas.com.br