Artigos de Negócios

11
ABR
17

Aulas Presenciais ou por Skype? E agora?



 

Muitos alunos de idiomas atualmente têm dúvidas sobre as vantagens e desvantagens de se ter aulas por Skype, Hangouts ou outras plataformas de comunicação. Alguns nem questionam e dizem: “a aula presencial é sempre melhor". Será? A Rose Souza, sócia-diretora da Companhia de Idiomas, fez para nós uma lista de vantagens dos dois modelos (Skype e Presencial). Verifique quais vantagens são mais relevantes para a sua carreira neste momento, considerando sua agenda, condições financeiras, nível linguístico no idioma, além de metas e o prazo que você tem para se tornar fluente.

VANTAGENS AULA POR SKYPE ATRAVÉS DE UMA ESCOLA
VANTAGENS AULA PRESENCIAL EM UMA ESCOLA
É possível encontrar professores excelentes com mais facilidade, por ser mais conveniente para eles não terem de se deslocar.
O contato humano presencial entre professor/aluno e aluno/aluno é natural, sem tecnologia ou equipamentos envolvidos.
Aulas individuais ou em dupla tendem a ter resultados mais rápidos, porque o tempo de fala do aluno é maior, além de ser possível personalizar mais o curso.
O contato humano presencial pode ser fundamental para alguns alunos se manterem motivados.
Aulas por Skype ou Hangouts tendem a ter um preço menor, se comparadas à aula presencial (tem de comparar mesmo número de alunos na modalidade virtual e presencial).
Para alunos que gostam de salas físicas com vários colegas, a aula por Skype/Hangouts pode ter menos pessoas, ou não ser possível ver as pessoas, mas apenas ouvi-las (em salas virtuais cheias).
Não ter de se deslocar até a escola pode possibilitar a realização de um curso mesmo com agenda cheia.
Em uma sala de aula com diversos alunos, há interação entre colegas e o dinamismo pode contribuir para o processo.
Para alguns, o computador pode colaborar para aumentar o foco na aula, pois o aluno pode ficar mais concentrado, não tem tantos pontos de distração no ambiente, como em uma sala de aula (se o aluno não ficar abrindo outras telas…).
Para alguns, o ambiente escolar pode colaborar para aumentar o foco na aula, pois o aluno pode se envolver e se concentrar mais.
É possível ter aula durante viagens de negócios, na sala de espera do médico, no trânsito, no trajeto casa/trabalho, dependendo do programa. Isso minimiza um dos grandes vilões da aprendizagem: a falta de regularidade no curso.
Não há a dependência de internet, wi fi, computadores, tablets ou celulares.
O registro de conteúdo da aula (vocabulário novo, por exemplo) é facilitado.
Métodos que incluem aulas movimentadas, com técnicas de teatro e simulações, são facilitados neste modelo.

Rosangela Souza é fundadora e sócia-diretora da Companhia de Idiomas e ProfCerto. Graduada em Letras e Tradução/Interpretação pela Unibero, Business English na Philadelphia, USA. Especialista em Gestão Empresarial com MBA pela FGV e PÓSMBA pela FIA/FEA/USP. Desenvolveu projetos acadêmicos sobre segmento de idiomas, planejamento estratégico e indicadores de desempenho para MPMEs. Colunista do portal da Catho Carreira & Sucesso, RH.com e Exame.com. Professora de Técnicas de Comunicação, Gestão de Pessoas e Estratégia na pós graduação ADM da Fundação Getulio Vargas/FGV.

E se você quer se aprofundar neste assunto, fale com a gente. A Companhia de Idiomas tem professores que vão até a sua casa ou empresa. Fale com: karina.soares@companhiadeidiomas.com.br