Artigos de Gestão

29
ABR
14

O que aprendi com os empreendedores do momento


Há alguns dias fui convidada pela Exame PME para participar de um curso para empreendedores, leitores da revista. Depois de muitas reflexões, anotações e conversas, resumo hoje para vocês, leitores do portal Carreira & Sucesso, um pouco das estórias, ideias


 




Misturei para vocês as ideias do Marcos Galperin (MercadoLivre) , Eduardo L’Hotellier (Getninjas) , Aleksandar Mandic (Mandic Magic), Bel Pesce ( FazInova ), Carlos Souza ( Veduca)e  José Efromovich ( Avianca) e os agrupei em 10 temas principais.  Quem quiser conversar comigo sobre cada tema, terei o maior prazer.  Skype:  rose.f.souza/ email: rose@companhiadeidiomas.com.br

 

Sobre execução:


1) Simplifique todos os processos e os mantenha assim

2) Execução sem erros + Velocidade = Sucesso

3) Não se apaixone pelos problemas.   Não olhe só os buracos da estrada. Olhe para frente. Cuide dos problemas, mas não detalhe muito, senão perde o foco nas OPORTUNIDADES.
 

Sobre aprendizado:


1) Olhe para seus concorrentes. Aprenda com eles, não se feche em seu mundinho.

2) Não olhe só para seus concorrentes.  Aprenda com o padeiro da esquina. Amplie seu olhar.

3) Tenha curiosidade e humildade de aprender sempre, relacione o que vê com seu trabalho. Quando estiver no papel de consumidor, analise como se sente e o que provoca o sentimento.  É provável que quando você é o fornecedor, gere os mesmos sentimentos em seu cliente.
 

 

Sobre barreira de entrada:


1) Há negócios que praticamente não têm. Muita gente consegue montar uma cafeteria. Pouca gente consegue montar uma fábrica de reatores.

2) Independentemente do segmento em que você atua,  a barreira de entrada para seus concorrentes tem de ser a presença da sua empresa no mercado. Ela tem de ser tão diferenciada, que os candidatos a novos entrantes vão temer começar um negócio, porque terão você como concorrente.
 

Sobre escalabilidade:


1) Se toda vez que você crescer for necessário o mesmo esforço da primeira vez, é porque seu negócio não tem escalabilidade.  Isso só é bom se o cliente estiver disposto a pagar preço premium pelo seu produto ou serviço.  Se ele comparar seu preço ao de negócios que conseguem multiplicar a produção com custo cada vez mais baixo por causa do volume, você tem um grande desafio.

2) O compartilhamento de informações e de expertise contribui com esta escalabilidade. Se alguém na empresa já passou por isso, já fez aquilo, quais são os mecanismos que evitam o retrabalho?  Ou vai pagar para que um funcionário parta do zero para chegar a um lugar que o colega da outra área já chegou?
 

Sobre inovação:


1) Se é para transformar a realidade, não dá para partir só dela. Tem de ter uma pitada de surrealismo.

2) Ser o primeiro nem sempre é uma vantagem.  Os que vêm depois se beneficiam de novas tecnologias e de nossa expertise.
 

Sobre atendimento ao cliente:


1) Seu cliente está aonde? O que ele lê? Que sites frequenta?  Fique aonde ele estiver

2) Seu cliente precisa e você consegue construir? Então não fala que não tem, apenas pergunte para que dia ele precisa!
 

 

Sobre sorte:


1) Sorte é o encontro da vontade e da preparação com as oportunidades
 

Sobre empreender:


1) A diferença entre o empreendedor e o louco é que o empreendedor convence o outro da sua loucura

2) Empreender é correr risco. Como empreendedor, seu papel é mitigá-lo, obtendo as recompensas.

3) Vai abrir um negócio? Pense rapidamente nos seguintes aspectos:

a) Estratégia  – o que queremos ser, o que queremos conquistar?

b) Talentos – com que tipo de gente?

c) Estrutura de Capital – de onde virá o dinheiro para financiar o sonho?

d) Riscos – quais os perigos?

Sobre gente:


1) Nunca deixe que o sucesso suba à sua cabeça, e nem que o fracasso invada seu coração.

2) Não é reter talento. Retenção é aprisionamento. É engajar.

3) Tente não ficar só no  know how – saber como fazer, e parta para o  know why – saber por que fazer

4) Treina, treina, treina e eles vão embora? Então tente não treinar, não treinar e não treinar – e eles resolverem ficar!
 

 

Sobre networking:


1) Quer ter mais conexões? Pense em como pode facilitar a vida de outras pessoas, ofereça ajuda

2) Cuide melhor de quem você já tem – traga para mais perto

3) Peça conselhos , demonstre gratidão

4) Interesse-se genuinamente pelo outro, cultive amigos, esqueça o networking. Cultive relacionamentos, conecte pessoas a outras e a você.

5) Só faça aquilo que tiver sentido para você. As melhores estratégias são as que têm você dentro delas

 

Espero que estes empreendedores tenham inspirado você a refletir sobre o sentido de todas estas buscas profissionais.  Tem uma campanha publicitária recente que diz algo como “se vencer na vida tivesse uma relação só com trabalho, a expressão seria vencer no trabalho, e não na vida.”  Então, vamos usar o trabalho para vencer na vida!  Até o próximo mês.



Fonte: Rosangela Souza| Portal Carreira & Sucesso 


Rosangela Souza
 é fundadora e sócia-diretora da Companhia de Idiomas e 
ProfCerto.Graduada em Letras e Tradução/Interpretação pela Unibero, Business English na Philadelphia, USA.
Especialista em Gestão Empresarial com MBA pela FGV e aluna do Pós-MBA da FIA/USP. Desenvolveu projetos acadêmicos sobre segmento de idiomas, planejamento estratégico e indicadores de desempenho para MPMEs. Colunista do portal da Catho Carreira & Sucesso.