Artigos de Gestão

Artigos de Gestão

28
MAR
11

Como usar as línguas estrangeiras a seu favor para crescer na carreira



 


Fonte: Época Negócios

Não há mais chance de fugir do estudo de outros idiomas. Descubra a melhor forma de fazer isso
Por Elisa Campos

If you can’t understand this, you are in trouble. Se o inglês já pôde ser considerado um diferencial no mercado de trabalho, este tempo acabou. Lição número um para quem deseja construir uma carreira dentro do ambiente corporativo: seja fluente na língua de Barack Obama e John Lennon.

Estima-se que a língua inglesa seja falada por pelo menos 500 milhões de pessoas, com esse número podendo chegar a 1,8 bilhão. Mais importante do que isso: a língua universal dos negócios é inegavelmente o inglês. Para trabalhar em uma grande empresa, o idioma virou um pré-requisito demandado em todos os processos seletivos, dos trainees aos executivos top. “Quase 100% dos cargos gerenciais e executivos exigem hoje a fluência do inglês”, afirma Claus Blau, consultor sênior da Korn/Ferry International.


negócios

 

 

24
MAR
11

Você sabe negociar em idioma estrangeiro?



 


Negociar bem é uma competência chave na vida pessoal e profissional. Evita conflitos e desperdício de dinheiro. No ambiente corporativo, dependendo da função desempenhada, essa habilidade é fundamental para o sucesso na carreira.

Com a horizontalização do mundo, a negociação em outros idiomas passou a ser cada vez mais comum. Se negociar em nosso próprio idioma já é uma arte, imagine fazê-lo em um idioma estrangeiro! Os desafios são ainda maiores. Então, o que é necessário fazer para ser um bom negociador? Destaco algumas atitudes:


dicas

 

idiomas

 

 

24
MAR
11

TIMIDEZ: A GRANDE VILÃ DO INGLÊS



 


Para falar inglês com fluência, conhecer sobre todas as estruturas gramaticais e regras de pronúncia do idioma não basta. Ter desenvoltura é fundamental para demonstrar a proximidade com a língua e discorrer sobre ideias e temas diversificados. Mais do que a falta de conhecimentos sobre o inglês, é a timidez a grande vilã dos estudantes que não conseguem desenvolver a própria fluência.

A timidez ao falar inglês é caracterizada por um bloqueio que impede que informações sejam expressas, principalmente em um grupo de pessoas ou de estudos. Ela funciona como um sinal de autocrítica elevado, que atua como um filtro, capaz de avaliar se nossas atitudes estão de acordo com nossos valores. É preciso deixar claro que não há problema algum em ser introvertido! O problema da timidez só existe quando passa a ser um fator limitante de sua comunicação pessoal ou corporativa.